O longo caminho em direção a sustentabilidade

O longo caminho em direção a sustentabilidade

Recentemente, a bandeira da sustentabilidade passou a ser uma forte ferramenta de marketing.

Isso é ótimo, afinal, faz com que as empresas voltem a atenção às questões éticas e ambientais, trabalhando para deixar um planeta melhor.

cacaueiros mineiros: fruto da dedicação e persistência do agricultor, que insistiu na cultura do cacau fino mesmo não estando na “terra do cacau”.

Quando se trata de cacau e outros bens agrícolas, é sabido que a exploração infantil, animal e condições de trabalho análogas ao escravo ainda é uma triste realidade. Portanto, todo incentivo de grandes indústrias para melhorar esse cenário, deve ser muito bem vindo. 

Uma grande industria pode impactar a vida de muita gente, adotando práticas de comércio justo. 

A notícia abaixo (em inglês) mostra que o caminho é longo, e está apenas começando.

Com a safra de outubro ameaçada por muita chuva e umidade, os agricultores da Costa do Marfim e Gana estão frustados com o programa de comércio justo de gigantes como Barry Callebaut, Mars, Nestlé e Mondelez.

https://www.confectionerynews.com/Article/2019/10/14/Ghana-and-Cote-d-Ivoire-threaten-cocoa-sustainability-schemes-if-producers-don-t-pay-more-for-beans

Em paralelo, nós, pequenas empresas, conseguimos fazer esta ponte com a sustentabilidade de maneira mais rápida, porém impactando uma família de cada vez.

De pedido em pedido, ajudamos a melhorar o mundo daqueles que se empenham em estudar para plantar, colher e oferecer um cacau melhor, recebendo mais pelo seu trabalho que simplesmente o valor da cotação do dia na bolsa de valores.

Importante lembrar: sem comprador, não adianta ter o melhor cacau do mundo. 

É comum relatos de agricultores que, sem ter comprador, venderam a safra de cacau fino a preço de bolsa, perdendo todo seu esforço e empenho. Desanimador, não é?

Sorte nossa que eles persistem, e nos permite encontrá-los.

A valorização da vida do campo talvez seja o elo mais importante nesta cadeia de sustentabilidade. Valorizando o homem do campo, o trabalho com a terra de maneira ética, a preservação do meio ambiente adotando práticas modernas de agricultura, ajudamos nosso planeta a continuar verde, fresco e saudável para as próximas gerações.

E que as próximas gerações voltem a se interessar pela vida no campo.

Família Vronsky – Produtores de cacau fino E orgânico na Amazônia.
Nasceu!

Nasceu!

É com muito orgulho que apresentamos a vocês a nova Java Chocolates.

Foram muitos meses de pesquisa e trabalho duro para alinharmos os propósitos da empresa ao nosso estilo de vida e deixar a Java com a nossa cara!

Tudo reflete o que somos: a embalagem, o site, o blog  e o mais importante: o produto.

Como pessoas fascinadas por alimentação natural e saudável, precisávamos trazer este conceito para o dia a dia da empresa. Por isso, pesquisamos as melhores matérias primas e fornecedores, buscamos aperfeiçoamento nos processos produtivos e muito aprendizado técnico para oferecer um produto autêntico para o mercado.

Não bastando, pesquisamos e testamos diversas fórmulas para combinar os ingredientes da forma mais harmônica, saudável e deliciosa possível, afinal, não basta ser saudável, tem que ser gostoso!

Dentro do universo de alimentos funcionais, foram vários testes para escolher o chocolate mais nutritivo e gostoso, as frutas mais suculentas e as amêndoas mais crocantes – sempre nos certificando da naturalidade dos ingredientes e sua origem.

Além da naturalidade, levamos muito a sério a questão das alergias e intolerâncias alimentares, pois fazemos parte deste universo. Além de garantir a ausência de glúten em nossa fábrica e higienizar muito bem os equipamentos após a manipulação de oleaginosas, nos preocupamos muito com a idoneidade dos fornecedores, minimizando os riscos da contaminação cruzada por glúten e outros alérgenos.

Não foi fácil escolher somente 5 combinações dentre tantas deliciosas e saudáveis que criamos! E nestas opções, fizemos questão de atender veganos, diabéticos, celíacos e adeptos a dietas especiais.

Intolerantes severos a lactose e alérgicos a proteína do leite de vaca, estamos trabalhando por vocês – porém nosso chocolate ainda contém traços de leite 🙁 (adianto que já temos projetos para resolver tudo isso!!!)

Update: Em outubro de 2015 atingimos nosso objetivo, e nossa linha está totalmente livre de leite! Agora podemos oferecer um chocolate seguro para os ALPV, intolerantes severos e veganos! uhuuu!

Durante o processo de desenvolvimento tivemos ajuda de nutricionistas e engenheiros de alimentos para garantir a segurança dos produtos. A agência de design também foi parte importantíssima de nossa história, traduzindo graficamente tudo o que queremos transmitir. Agradecemos imensamente o apoio!

Somos artesanais na produção e no coração, mas grandes no pensamento: cada produto é feito em pequenas quantidades, com dedicação e prestando muita atenção aos detalhes, porém exigimos de nós mesmos a mais alta qualidade e higiene, buscando sempre melhorar o que entregamos.

Aliás, o processo de melhoria é contínuo por aqui: nunca estamos satisfeitos e já temos mil planos na cabeça! Enquanto houver alternativas melhores que a que oferecemos, iremos avalia-las!

Esperamos que gostem e compartilhem conosco suas opiniões.

produtos

Quem aí quer chocolate???

Aline e André – Os Chocolateiros.

Sobre alergias, intolerância e sensibilidade alimentar

Sobre alergias, intolerância e sensibilidade alimentar

Aqui na Java Chocolates, nós nos preocupamos muito com a matéria prima que usamos. Ela vai além da análise sensorial – queremos saber sua origem, como foi embalado, se foi manipulado fora da fábrica / usina de beneficiamento e como essa manipulação ocorreu. Também queremos saber como ele foi transportado em todas as etapas da cadeia, o que torna o trabalho bastante difícil.

(mais…)