2020, ano de reiniciar todos conceitos e rever o modus operandi de praticamente tudo, inclusive da produção de chocolate. Nesse contexto, vimos mais de perto uma realidade: vai faltar cacau.

 

Os agricultores passaram por um período sem precedentes neste ano. Com a safra coincidindo com o auge do desespero da pandemia, muitos agricultores não fizeram o pós colheita adequado para ter cacau de alta qualidade.
Com isso, perderam a oportunidade de vender com prêmio superior a 30% do valor de mercado e precisaram vender tudo a preço de Bolsa.
Para piorar, as moagens de cacau caíram e com isso, o cacau industrial ou commodity também caiu.
A demanda reprimida por cacau surgiu na entressafra, dessa vez com um aumento no preço global do cacau.

Como falta cacau especial?

 

Chocolate vegano
Mesmo sendo mais lucrativo vender o cacau especial, novamente muitos agricultores deixaram de produzir cacau especial para aproveitar a alta momentânea da bolsa.
Por conta do cenário de incertezas, os fabricantes de chocolate fizeram pedidos menor e muito em cima da hora, perto da colheita.
Logo, os pequenos produtores ficaram na dúvida se valia a pena fermentar e os maiores decidiram exportar o cacau especial, aproveitando a alta do dólar.
cacau especial passou a não valer à pena para muitos produtores. Mais demorado, com mais complexidade e o pior : com mais risco de errar e de se perder todo o esforço.
Para pequenos produtores, esse é sempre o maior medo.

Como reverter essa dificuldade?

 

Já antes da pandemia, era comum ter que vender um cacau especial pelo preço de commodity por falta de comprador. Com a economia afetada, a situação ficou pior.

 

Somente com a valorização do chocolate de origem e do chocolate artesanal poderemos reverter esse baque visto em 2020.
Como fabricantes, fazemos nossa parte expondo essa dificuldade de nossos parceiros fornecedores e criando conteúdo para disseminar a cultura do chocolate fino.
Nossa luta pela valorização do chocolate como alimento não favorece só a Java e seus consumidores, mas também toda a cadeia produtiva.
Convidamos você a fazer parte dessa cadeia e ajudar a mudar o mundo, um passinho de cada vez.